---

Tapada Nacional de Mafra

---
A+ A A-

Os veados da Torre Bela

gamoseveados03

As pessoas habituaram-se a ver veados e gamos na Tapada como algo que sempre existiu ali, mas não é bem verdade. Os animais mais recentes foram transferidos de outros lugares.

 Os veados actualmente existentes na Tapada Nacional de Mafra não são, evidentemente, família dos primeiros cervídeos que existiram no local. Efectivamente, as manadas existentes são descendentes de uim lote de veados composto por 7 fêmeas e 4 machos da espécie Cervus elaphus hispanicus que o Depósito da Remonta adquiriu à Quinta da Torre Bela, propriedade da Casa de Lafões, em 1939.

gamoseveados02

A caça excessiva praticada durante o tempo de gestão militar da Tapada levara ao desaparecimento do veado. Na década de 50, contudo, já existia cerca de meia centena de animais, número que foi crescendo até ser considerado excessivo e perigoso para a manutenção da espécie, nos anos 70 do século passado. Remontam a esse período os primeiros esforços de controlo do número de animais através de um abate selectivo, necessário dado não existirem predadores naturais dos veados no interior da Tapada.

É essa prática, ainda mantida actualmente, que permite controlar o número de animais. Contudo, há sempre que contar com variáveis introduzidas por outros factores que podem colocar em risco a presença de veados em Mafra, uma razão mais para público e entidades responsáveis se preocuparem com a manutenção deste espaço, que é de todos, denunciando qualquer actividade que possa colocar em risco a segurança dos animais. Porque os veados de Mafra não são eternos se o Homem não os respeitar.

gamoseveados04

A mesma nota é válida para os gamos, de que dois casas chegaram à Tapada de Mafra, segundo nota de Tomás de Melo Breyner, em 1872, oferecidos pelo Rei Victor Manuel a D. Luís. Esses animais desapareceram na floresta ao fim de três a quatro anos, reaparecendo os seus descendentes passadas cerca de duas décadas.

gamoseveados01

Um censo dos animais datado de 1938 refere a existência de 120 gamos, na sua maioria fêmeas, enquanto uma contagem em 1996 apontava para uma população de cerca de 400 animais, uma carga excessiva que justifica o abate selectivo dos machos, uma prática encetada em 1982 e continuada nos dias de hoje. A caça é, portanto, uma actividade natural da Tapada, não somente como desporto mas também como forma de manter a "qualidade de vida" dos animais livres mas encerrados no espaço criado no interior dos 21 quilómetros de muros da Tapada Nacional de Mafra.

Pin It

Últimos Artigos

linkprogverao

Galeria

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
Prev Next
Workshops de Outono
Programa de Verão
CONSULTA PÚBLICA DO PLANO DE GESTÃO FLORESTAL DA TAPADA NACIONAL DE MAFRA
Biodiversidade e Crianças
Nova exposição no Museu da Tojeira
Dia Mundial das Aves
Mãe! Temos um presente para si....
Mostly Cloudy

12°C

Mafra

Mostly Cloudy

Humidity: 94%

Wind: 11.27 km/h

  • 26 Nov 2014

    Rain Early 13°C 9°C

  • 27 Nov 2014

    Partly Cloudy 14°C 11°C

CONTACTOS 
         
Tapada Nacional de Mafra
Portão do Codeçal, 2640-602 Mafra
Horário
Dias úteis: 09h00 - 17h00
Fins-de-semana e feriados:
09h00 - 18h00
Coordenadas GPS
38º57'53 N
009º18'09 W
Telefone:
+351 261 817 050 (dias úteis)
+351 261 814 240 (Fins-de-semana e feriados)
Fax:
+351 261 814 984 geral@tapadademafra.pt
Ver MAPA

Copyright Tapada Nacional de Mafra